06/12/2017

Por que o Skype não substitui um bom serviço de videoconferência?

por-que-o-skype-nao-substitui-um-bom-servico-de-videoconferencia.jpeg

Muitas empresas trabalham realizando chamadas de videoconferência com Skype. A solução da Microsoft tornou-se comum por ser compatível com vários dispositivos e permitir chamadas de vídeo em grupo.

A popularização é tanta que o Skype e a videoconferência se tornaram praticamente sinônimos ao longo do tempo. Mas você sabia que existe uma grande diferença entre videoconferência e videochamada?

Não há dúvidas de que o Skype pode ser uma ferramenta útil para usuários iniciantes que desejam fazer videochamadas ou para contatos rápidos. Porém, para quem precisa fazer videoconferências e reuniões corporativas, existem alternativas com tecnologia mais avançada e próprias para esse fim.

Elas fornecem recursos avançados de controle de qualidade e de segurança, e por serem voltadas para o ambiente corporativo, conseguem garantir um melhor uso dos recursos de TI disponíveis sem comprometer a qualidade final da chamada.

Quer saber mais sobre os motivos para preferir ferramentas de videoconferência para as suas chamadas de vídeo importantes? Então confira o nosso post abaixo, no qual vamos explicar a você qual é a principal diferença entre Skype e videoconferência!

Skype e videoconferência: qual é a diferença?

Confundir os conceitos de videochamada e videoconferência é algo comum. Afinal, ambas as tecnologias têm o objetivo de facilitar a comunicação remota em tempo real entre duas ou mais pessoas por meio de vídeo e áudio. Ou seja, ambas permitem que você faça uma videochamada.

Em geral, soluções de videochamada, como o Skype, são mais adequadas para comunicações curtas. No ambiente corporativo, isso pode envolver uma videochamada rápida em que duas pessoas precisam confirmar uma informação ou mesmo para apoio de profissionais de suporte durante um atendimento.

Porém, a videoconferência com Skype pode ter uma série de desvantagens quando comparada com ferramentas voltadas para esse fim. Ao contrário do Skype, os serviços de videoconferência profissional são desenvolvidos especialmente para o uso corporativo. E isso envolve tanto empresas privadas como órgãos públicos.

Quais as principais alternativas ao Skype para uma chamada de vídeo?

As soluções de chamada de vídeo não são, portanto, as melhores ferramentas para a realização de videoconferências. Mas, ainda assim, as videochamadas podem ser integradas ao seu dia a dia sem que isso comprometa as suas rotinas. Caso esse seja o seu caso, veja a lista abaixo com alternativas ao Skype!

Hangouts

Desenvolvido pelo Google, o Hangouts é a ferramenta da empresa para qualquer usuário realizar uma videochamada. Ele é compatível com todos os sistemas operacionais, por ser acessível via web em navegadores modernos ou aplicativos para Android, iOS e Chrome OS.

A chamada de vídeo no Hangouts pode contar com até 10 usuários em contas gratuitas, mas esse limite é maior para usuários pagos, como os do G Suíte. Para utilizá-lo, basta ter uma conta do Google ativa.

Os recursos adicionais também envolvem chats em grupo com até 150 pessoas e a possibilidade de realizar chamadas de áudio para qualquer telefone do planeta. E se elas tiverem como destinatário outro usuário do Hangouts, o contato é feito sem custo algum.

Facebook Messenger

Facebook Messenger é a solução do Facebook para videochamadas. Ele é totalmente gratuito e para ser usado, tanto via web ou por um de seus aplicativos mobile, é necessário ter uma conta do Facebook.

Entre os recursos que vão além do suporte a chamadas de vídeo, o Facebook Messenger também permite o envio de pagamentos com segurança, o compartilhamento de localizações e o contato com empresas e marcas. Assim, uma série de demandas podem ser solucionadas rapidamente.

FaceTime

FaceTime foi criado pela Apple com foco nos usuários de seus dispositivos (ele é compatível apenas com o iPhone, o iPad, o iPod Touch e o Mac). Com foco em chamadas de vídeo, essa solução exige também uma Apple ID. Ou seja, ela é restrita a quem já está inserido no ecossistema da Apple.

Para começar a ser utilizado, o FaceTime pode importar os seus contatos existentes. Assim, não há a necessidade de começar uma lista de amigos do zero.

As chamadas podem ter resolução máxima de até 720p. Sendo assim, para ter uma boa qualidade na sua chamada de vídeo, basta uma conexão com 1 mbps. Tudo isso sem comprometer a segurança, que conta com um protocolo de criptografia de ponta a ponta.

Google Duo

Google Duo é outra solução de videochamada do Google. Focado na simplicidade, ele está disponível para os principais sistemas mobile.

Antes de atender uma chamada, você consegue ver quem está ligando com a visualização ao vivo do Duo. Além disso, se a qualidade da conexão estiver baixa, é possível mudar para uma chamada de áudio, que é algo simples de ser feito.

ezTalks

ezTalks pode ser utilizado com uma conta do Google ou do Facebook. As suas chamadas de vídeo podem contar com até 100 pessoas (sendo 25 delas via videochamada). A troca arquivos pode envolver múltiplos formatos, como os de documentos, os de áudio e os de vídeo.

Existem também funcionalidades que permitem o compartilhamento de telas e o convite de pessoas com links de compartilhamento. E o ezTalk também é uma solução multiplataforma: a ferramenta está disponível para Android, iOS, via web, Windows e macOS.

Para grandes chamadas, o administrador conta com uma série de recursos de controle. Assim, a chamada de vídeo pode ser realizada em um ambiente seguro e livre de erros.

Há também um recurso de quadro branco. Com ele, você pode demonstrar ideias e acelerar o seu processo de tomada de decisões, dando mais agilidade para as suas chamadas de vídeo.

Com qualquer uma dessas soluções, fica fácil deixar de realizar uma videoconferência com o Skype. Tanto pela qualidade do vídeo, que é maior em ferramentas mais recentes, quanto pelos recursos de controle, segurança digital e compartilhamento de dados.

Quais os 6 motivos para optar por um serviço de videoconferência?

Como apontamos, há uma série de razões para empresas optarem pela videoconferência durante reuniões. Além de maior controle e integração profunda com a rotina do ambiente corporativo, essa solução oferece mais velocidade e qualidade de imagem.

Veja, a seguir, alguns exemplos do porquê a videoconferência é mais indicada para atividades profissionais.

Facilidade de integração

Os serviços de videoconferência obedecem normas da entidade ITU — T. Essas são as regras responsáveis por padronizar protocolos de chamadas de videoconferência, facilitando a troca de informações entre fabricantes diferentes. Assim, todas as ferramentas do mercado podem seguir padrões mínimos de qualidade.

Quer um exemplo? Digamos que a sua equipe use um programa de videoconferência e você fará uma reunião com outro departamento ou divisão da empresa. Esse outro grupo de pessoas pode usar um outro programa e, ainda assim, vocês conseguirão conversar normalmente.

No Skype ou Hangout isso não é possível: todos têm de usar a mesma ferramenta, mesmo que não estejam habituados com ela. Isso pode comprometer a integração da solução em diferentes ambientes, uma vez que usuários demandarão mais tempo em treinamentos para adaptar-se a mais uma solução.

Segurança garantida

Como mencionado, uma solução de videoconferência segue um padrão de protocolo. Isso garante que ela ofereça a segurança necessária para proteger os dados de uma organização. Essa segurança torna-se possível graças à criptografia de vídeo e de áudio.

A criptografia torna as informações enviadas e recebidas durante uma chamada de vídeo mais robustas e confiáveis. Ainda que pessoas tenham acesso aos pacotes de dados, não será possível revelar o seu conteúdo. Dessa forma, a comunicação passa a ter um nível elevado de privacidade para todos os usuários.

Dependendo da empresa em questão, esse é um critério que, por si só, já determina a escolha de uma solução de videoconferência em vez do Skype ou Hangout. O mesmo vale para órgãos públicos: sabemos que nessas instituições o sigilo das informações é algo de extrema importância.

É preciso se proteger nos mínimos detalhes, evitando qualquer possibilidade de erro que ameace a segurança dos dados. Nesse cenário, apenas a videoconferência tem os recursos necessários para que apenas os envolvidos na chamada de vídeo tenham acesso ao seu conteúdo.

Maior velocidade

Normalmente, quando uma equipe faz uma videoconferência é preciso enviar arquivos, abrir apresentações, compartilhar a tela e rodar outros programas ao mesmo tempo. Só que, infelizmente, o Skype e outros programas de videochamada nem sempre dão conta dessas demandas.

A conexão fica lenta, o computador trava e os seus arquivos e apresentações podem não abrir. Além disso, o áudio pode apresentar gargalos e a imagem perder resolução (ou até mesmo engasgos). Em conjunto, esses fatores comprometerão a fluidez da chamada, que terá muitas interrupções causadas por motivos técnicos.

Em um programa de videoconferência corporativa, o áudio e vídeo são comprimidos com extrema qualidade. Isso significa que eles utilizam menos banda de internet sem perder definição e clareza.

Enquanto a largura de banda necessária para rodar o Skype é de 4 mb, os serviços de videoconferência utilizam apenas 128 kb. Assim, o usuário não tem problemas de conexão lenta e pode executar outros arquivos e programas ao mesmo tempo.

Mais qualidade no vídeo

Com certeza, ao usar o Skype você já teve experiências com imagem "pixelada". Isto é, aquela imagem sem definição, em que a outra pessoa parece se mover lentamente ou de maneira travada na tela.

Um dos motivos é a resolução de apenas 320 x 240 no Skype. Enquanto isso, a videoconferência opera em HD (High Definition ou alta resolução) ou Full HD. A imagem pode ter uma qualidade que varia entre 1280 x 720 (720p) e 1980 x 1080 (1080p) pixels de resolução.

Durante as chamadas de Skype, se você reparar, dificilmente é possível acompanhar os lábios da pessoa enquanto ela fala. Às vezes, é porque a imagem não tem definição suficiente; outras, porque o áudio e vídeo perdem sincronia. Isso pode ser bastante frustrante e diminuir a sensação de proximidade entre as pessoas no meio de uma reunião.

Por meio de uma solução profissional de videoconferência, você conta com maior qualidade de vídeo e melhor sincronia. A sensação de proximidade se acentua, melhorando toda a experiência — é a chamada telepresença imersiva. Com mais clareza e entendimento, as reuniões se tornam mais curtas, poupando tempo da equipe.

Serviço de suporte

Ao contrário do Skype e Hangout, que praticamente não oferecem suporte aos usuários, os serviços especializados em videoconferência contam com equipes de atendimento ao cliente. Por meio delas, é possível tirar dúvidas, resolver qualquer problema e encontrar alternativas para fazer um uso cada vez melhor da ferramenta.

Até mesmo especialistas em TI e gerentes de tecnologia podem se beneficiar desse tipo de acompanhamento. Por exemplo, esse ponto pode fazer bastante diferença para equipes em que nem todos os colegas são especialistas em tecnologia da informação. Isso faz com que o especialista tenha mais tempo e tranquilidade para focar em questões estratégicas.

Funcionalidades para equipes maiores

As ferramentas de videochamadas para uso recreativo oferecem a possibilidade de fazer chamadas em grupo — uma videoconferência com Skype, por exemplo, comporta até 10 participantes em uma mesma ligação de vídeo. Porém, isso não significa que a ligação terá a qualidade que o usuário espera e necessita para discutir os assuntos necessários.

Na videoconferência com Skype, quanto mais pessoas estão conectadas em uma chamada, menor é a qualidade. Por isso, o ideal é utilizar um máximo de 4 dispositivos.

Em contrapartida, as tecnologias de videoconferência são desenvolvidas justamente com o propósito de atender reuniões em equipe. Nelas, você pode organizar reuniões de até 12 dispositivos de uma só vez, sem que a qualidade da chamada seja prejudicada.

É possível trocar a videoconferência com o Skype por uma solução mais alinhada às necessidades da sua empresa?

Depois de comparar as alternativas, fica fácil concluir que uma solução de videoconferência é a opção ideal para reuniões de trabalho entre equipes que estão em diferentes locais.

O Skype continua sendo uma ótima opção para amigos e familiares que desejam se manter em contato. Por outro lado, em ambientes profissionais, a videoconferência com o Skype torna a comunicação menos prática, segura e eficiente, contribuindo para que os encontros sejam mais menos produtivos. Portanto, é crucial utilizar uma boa solução para a sua videochamada.

Diante do papel estratégico que reuniões a distância podem ter, realizar a videoconferência com Skype pode ser um erro. Portanto, invista em uma solução que esteja alinhada com o perfil da empresa e possa fornecer a estrutura necessária para que o negócio faça chamadas de alta qualidade sempre!

Gostou de entender as principais diferenças entre Skype e videoconferência? Ficou mais fácil visualizar novas alternativas para aprimorar as reuniões? Então assine a nossa newsletter e seja o primeiro a receber novos conteúdos.

Videoconferência

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *