28/12/2017

EAD: saiba por que a sua IES precisa investir nessa modalidade!

ead-saiba-por-que-a-sua-ies-precisa-investir-nessa-modalidade.jpeg

Diante da intensa concorrência do mercado e da crescente exigência por qualidade, é fundamental que todos os setores busquem implementar inovações que façam a diferença na vida das pessoas. Dessa forma, é possível conquistar um público maior e fiel, fazendo com que a instituição cresça e fique à frente dos concorrentes.

No setor de educação, isso não é diferente. Quando falamos em inovação nesse contexto, uma das maiores tendências da atualidade é o ensino a distância (também conhecido pela sigla EAD), que já mostrou que veio para ficar. Afinal, essa é uma opção que oferece o que muitos alunos procuram: preços mais acessíveis, flexibilidade, menor gasto de tempo e dinheiro, recursos tecnológicos e a possibilidade de conciliar estudos e trabalho com mais eficiência.

Sua instituição de ensino superior ainda não começou a planejar a implementação do EAD? Então leia com atenção as informações que listamos a seguir, pois os seus concorrentes certamente já estão se preparando para isso — ou, em muitos casos, já colocaram a novidade em prática.

Para ajudá-lo a ser bem-sucedido nessa empreitada tão importante, preparamos este post especial com tudo o que você precisa saber para implementar o ensino a distância com eficiência e qualidade. Continue a leitura e mãos à obra!

1. Como funciona o ensino a distância?

É fato que a EAD já faz parte da rotina de muitos educadores e alunos. No entanto, como essa modalidade de ensino ainda é uma inovação recente, é comum haver dúvidas sobre sua metodologia e funcionamento. É por isso que, antes de mais nada, você precisa entender exatamente como funciona o ensino a distância.

De maneira geral, podemos dizer que o EAD transporta a realidade da sala de aula para um ambiente virtual, permitindo que estudantes e professores exerçam suas respectivas funções por meio do computador.

Para tanto, as instituições de ensino desenvolvem espaços virtuais de aprendizagem, o que inclui uma plataforma especializada em EAD onde os estudantes têm acesso a todo o material necessário — vídeos, artigos, links etc — para estudar cada uma das disciplinas envolvidas no curso.

Esse ambiente traz ainda um fórum com espaços para discussões, entrega de trabalhos, contato com o professor e tudo o que é preciso para que os docentes consigam ministrar todo o conteúdo necessário para a sua matéria, permitindo que os alunos consigam absorver tudo isso com eficiência.

O EAD é uma modalidade de ensino que pode ser aplicada para cursos superiores (tanto de bacharelado quanto de licenciatura), técnicos e livres (como aulas de idiomas, por exemplo). Pós-graduações também podem entrar nessa lista. Se houver alta necessidade de aulas práticas e de laboratórios, como ocorre nos casos das Engenharias, é possível montar uma grade curricular que mescle disciplinas presenciais com outras a distância.

2. Por que EAD é uma tendência?

Atualmente, é imprescindível que as instituições de ensino saibam fazer uso das diversas ferramentas tecnológicas disponíveis para modernizar e otimizar as aulas. O ensino a distância é parte fundamental dessa evolução, mas a tendência inclui também inovar na sala de aula presencial e no dia a dia de professores e alunos da instituição.

Já deu pra perceber o quanto o investimento no ensino a distância é importante, não é? Afinal, trata-se não só de uma tendência que nasceu da necessidade de inovar o setor educacional, mas também de uma exigência dos próprios interessados em estudar na sua escola.

Mas atenção: pouco adianta apenas implementar a tecnologia pela tecnologia. Para que tudo funcione corretamente, as ferramentas adotadas devem facilitar, aprimorar e otimizar os processos de aprendizado, permitindo alcançar um resultado mais eficiente e de melhor qualidade para todos. Falaremos mais sobre esse tópico a seguir, quando apresentarmos as principais vantagens do EAD.

O ensino a distância tornou-se tão requisitado hoje graças à sua capacidade de proporcionar mais e melhores oportunidades de estudos para os alunos, muitos dos quais não teriam condições (financeiras, de tempo, de localidade etc.) de cursar o que desejam na instituição que escolheram.

Outro ponto fundamental para o crescimento do EAD no Brasil é o acesso cada vez maior da população à tecnologia, principalmente à internet banda larga de alta velocidade e aos computadores pessoais (sejam desktops ou laptops), duas ferramentas imprescindíveis para quem deseja estudar a distância.

Esses fatores, unidos aos benefícios que você verá agora, fazem com que o EAD já cresça mais do que a educação tradicional no Brasil. Em 2015, o Censo da Educação Superior registrou um aumento de 3,9% nas matrículas para cursos a distância em relação ao ano anterior. Enquanto isso, as aulas presenciais conquistaram apenas mais 2,3% de matrículas.

3. Quais são as principais vantagens do ensino a distância?

O EAD traz uma série de benefícios exclusivos, tanto para o aluno quanto para a instituição de ensino. Esses fatores diferenciam a modalidade a distância dos cursos presenciais, tornando o EAD uma excelente opção para muitos. Conheça agora as principais vantagens e prepare-se para beneficiar-se delas!

Inovação para a IES

Como você viu, investir em inovação e tecnologia hoje é algo fundamental para todos os setores do mercado, incluindo o de educação. Afinal, é por meio desses diferenciais que a instituição demonstra seu interesse contínuo em proporcionar o que há de melhor para alunos, professores e demais integrantes da equipe da IES.

Pense em todas as outras escolas e cursos que existem por aí e responda: o que coloca você acima da concorrência? A resposta para essa pergunta é o que gera, para o aluno, o valor que ele procura na hora de escolher a IES e o curso a distância. Por isso, é fundamental oferecer diferenciais para que o público escolha estudar com você. Lembre-se que a concorrência está cada vez mais acirrada, e quem deixar de investir em inovação vai acabar ficando para trás.

Todos os recursos que listamos aqui são capazes de levar a sua IES tem a conquistar um reconhecimento grandioso no setor da educação e de pensar em estratégias que revolucionarão o ensino, proporcionado diferenciais importantes aos estudantes que optam pelas aulas a distância.

Economia

Esse benefício alcança tanto a instituição de ensino quanto o estudante. Para a IES, a economia de recursos financeiros acontece porque o EAD elimina a necessidade de investir em salas de aula físicas, contas de água e de luz, compra de materiais e livros impressos, manutenção, aluguel e tantos outros gastos gerados por uma sede física para a instituição. Mesmo que a IES mescle as duas modalidades de aula, os gastos ainda são bem menores quando as instalações recebem presencialmente um número menor de pessoas.

Os alunos, por sua vez, não terão despesas com transporte e alimentação, além de economizarem um tempo valioso. Ao optar pela EAD, eles podem estudar em casa, no escritório ou onde preferirem, sem a necessidade de se locomover apenas para as aulas.

Normalmente, os cursos EAD contam com pelo menos uma aula presencial por semestre, e algumas provas também podem ser feitas presencialmente. Mesmo assim, os gastos com transporte são praticamente inexistentes quando comparados à rotina de ir e voltar da IES todos os dias.

Além disso, por questões logísticas e de tempo, muitos alunos almoçam fora nos dias de aula — outra despesa eliminada quando ele opta por fazer um curso a distância. Há ainda o fato de que a IES disponibiliza para a turma cópias digitais de todos os livros e artigos necessários para o curso, algo que normalmente está incluído no valor da mensalidade. Assim, elimina-se uma das principais despesas dos estudantes do ensino superior, que, na modalidade de educação presencial, gastam um valor considerável por mês tirando cópias de textos e adquirindo os livros requisitados pelo professor.

Diante de todas essas formas de toda essa economia, percebe-se que o retorno sobre investimento (ROI) na tecnologia necessária para implementar o EAD acontece rapidamente, fazendo com que essa seja uma opção financeiramente viável e vantajosa para a instituição de ensino.

O mesmo vale para os alunos: caso eles ainda não tenham acesso à internet de alta velocidade ou a um computador em que eles possam assistir às aulas, estudar e fazer trabalhos sem contratempos, adquiri-los ainda representa um gasto menor do que os que eles teriam com um curso presencial. Além disso, o investimento nesses serviços e equipamentos é ainda mais vantajoso, já que tem utilidades para além das aulas EAD.

Acesso às melhores opções

Alunos realmente dedicados e interessados em uma educação que faça a diferença para o seu futuro profissional não se contentam com nada além do melhor. O problema é que, especialmente para quem mora fora das maiores capitais do país, o melhor normalmente é longe e inacessível — afinal, não é qualquer pessoa que consegue se mudar para cursar o ensino superior.

Nesse sentido, um dos principais motivos que atrai tantos alunos para o ensino a distância é a ampliação do acesso às melhores opções do mercado, tanto em termos da IES quanto do curso em si. Eliminadas as barreiras da localidade física, torna-se possível para o estudante fazer sua escolha baseado no que cada instituição tem a oferecer, sem preocupar-se com a região.

Para a IES, o aumento do acesso se dá por meio da possibilidade de escolher os melhores profissionais e educadores para ministrar as disciplina, já que todo o contato entre instituição e professor pode acontecer virtualmente, assim como acontece a comunicação entre professor e aluno EAD. Dessa forma, você garante os melhores nomes para seu curso.

Acessibilidade para todos

Para pessoas com deficiências físicas e mentais ou condições que possam dificultar o aprendizado, como déficit de atenção ou autismo, o ensino a distância pode representar uma oportunidade única de eles terem mais controle, conforto e autonomia em sua rotina de estudos.

Como você viu, fazer um curso EAD possibilita que o aluno tome todas as decisões sobre quando, onde e de que forma assistirá às aulas, lerá os artigos e entregará os trabalhos. Há prazos a serem cumpridos, é claro, mas o caminho até lá depende de cada um. Isso tudo possibilita acessibilidade para todos, que poderão seguir seus próprios ritmos e capacidades.

Troca de ideias

Conversar e conviver com pessoas de diferentes regiões, culturas e origens é sempre algo positivo, pois nos ajuda a entender melhor e a respeitar a diversidade e a complexidade do mundo que nos cerca. Nesse sentido, o EAD sai na frente por proporcionar uma troca de ideias sem fronteiras, na qual cada aluno poderá trazer uma perspectiva única para a turma.

Muitos estudantes ficam receosos quanto ao EAD, pois acham que estudar a distância eliminará boa parte das experiências de fazer um curso superior, principalmente o convívio com os colegas e professores. Quando paramos para refletir sobre esse ponto, porém, é fato que hoje conversamos intensamente pela internet até mesmo com os amigos e parentes que moram perto de nós, fator que contribui para que esse processo também aconteça com naturalidade nas plataformas de EAD.

Além do ambiente virtual do curso EAD, onde acontecem as discussões e conversas sobre as aulas em si, as redes sociais, o WhatsApp e outros recursos disponíveis online permitem que os alunos construam laços fortes uns com os outros. Atualmente, só fica limitado quem quer!

Reconhecimento

Outra preocupação recorrente é quanto ao reconhecimento do curso a distância, que muitos ainda acreditam "valer menos" do que a educação tradicional. Quem pensa assim está por fora do que está acontecendo hoje no mundo do ensino, já que o Ministério da Educação (MEC) tem as mesmas exigências de qualidade para as modalidades a distância e presencial.

Ao implementar o EAD na sua instituição, portanto, é fundamental obedecer os requisitos do MEC para garantir que o ensino proporcionado aos alunos esteja dentro do esperado pelo órgão. Dessa forma, o diploma emitido para os graduandos terá a mesma validade e reconhecimento daquele de qualquer curso presencial, inclusive dentro do mercado de trabalho.

Flexibilidade

Por último, mas não menos importante, a flexibilidade é mais um dos grandes diferenciais que mais atraem os alunos para o EAD. O ensino superior é fundamental para quem quer enfrentar o mercado de trabalho atual. Lembra da concorrência acirrada que mencionamos anteriormente? Ela também vale para quem busca uma vaga de emprego.

Isso significa que, para que os currículos e experiências desses profissionais sejam capazes de abrir oportunidades para os cargos que eles desejam, é preciso investir constantemente em qualificação. É nesse contexto que o ensino a distância surge como uma opção repleta de vantagens.

Para quem já fez um curso superior, mas quer continuar se aperfeiçoando, o ensino presencial tem um obstáculo bem grande, já que é complicado conciliar as aulas com o trabalho. O EAD também se mostra uma escolha excelente nesse caso, já que permite ao aluno desenvolver sua própria rotina de aulas e estudos sem precisar obedecer às imposições de horários de uma instituição.

Com isso, todos têm a oportunidade de se tornar os profissionais que desejam ser, pois não será necessário deixar a educação superior de lado em nome do emprego fixo, nem fazer sacrifícios (passar menos tempo em casa ou com a família, por exemplo) para conseguir dar conta de tudo.

4. Como implementar a metodologia EAD na minha instituição?

Agora que você já está por dentro dos principais benefícios do EAD, chegou a hora de colocar a mão na massa e implementar essa metodologia na sua instituição de ensino superior. Para que tudo ocorra bem, você vai precisar de muita organização e planejamento, então fique de olho nas nossas dicas!

Planeje os cursos EAD que serão oferecidos

Antes de mais nada, é necessário definir quais cursos a IES oferecerá na modalidade a distância. Podem ser cursos inéditos na instituição ou versões EAD de outros que já são ofertados por meio de aulas presenciais.

Lembre-se que você também pode oferecer cursos de especialização e outros, além dos superiores. Para garantir que os cursos ofertados serão bem-sucedidos, é interessante averiguar quais opções são as mais procuradas pelo público-alvo da IES.

Analise também o que a concorrência está oferecendo em termos de EAD: entre os cursos que você e uma IES concorrente oferecem, quais são as fraquezas da outra? Como você pretende se diferenciar? Quais são os cursos procurados pelo seu público-alvo que nenhuma outra instituição oferece atualmente? Você encontrará ótimas oportunidades ao responder essas perguntas.

Em seguida, as grades curriculares de cada curso devem ser montadas de acordo com as exigências do MEC. Apesar das modalidades diferentes, o mesmo conteúdo deve ser passado para os alunos presenciais e a distância, então fique atento a esse ponto.

Essa primeira etapa inclui também a escolha e contratação dos professores, seguindo os mesmos requisitos exigidos para os educadores em cursos presenciais. A vantagem, como já destacamos, é que há um leque mais amplo de profissionais entre os quais escolher.

Defina a logística de cada curso

Os cursos já foram escolhidos com cuidado, mas como cada um deles funcionará? É preciso definir toda a logística envolvida, que inclui tempo de duração e materiais necessários para cada disciplina (artigos, textos, vídeos etc.).

Além disso, a gestão e os professores devem definir todo o calendário de aulas, atividades e provas para que os alunos possam se organizar para entregar tudo em dia e montar suas rotinas de estudo, especialmente se houver um ou mais dias de aula presencial ao longo do semestre. Lembre-se ainda que é importante dar um prazo suficiente para que os estudantes possam entregar seus trabalhos com tranquilidade — afinal, a rotina de muitos deles é corrida.

De maneira geral, não é interessante exigir que os alunos dediquem mais do que duas horas por dias às aulas a distância. Para cada lição, procure produzir materiais mais curtos, que possam ser consumidos com rapidez: esse é o formato preferido hoje, especialmente entre os jovens adultos. Assim, a turma conseguirá estudar por mais tempo, já que as lições serão agradáveis e bem compreendidas.

Providencie os equipamentos necessários

Para que um curso a distância aconteça com sucesso e eficiência, você vai precisar de:

  • um Ambiente Virtual de Aprendizagem (AVA);
  • videoaulas;
  • chats e fóruns (dentro do AVA);
  • bibliotecas virtuais;
  • computadores e internet de qualidade para os professores.

O Ambiente Virtual de Aprendizagem é o espaço onde tudo relacionado ao curso acontecerá: os alunos terão acesso aos calendários de atividades, mandarão seus trabalhos para os professores, participarão de discussões e conversas dentro dos chats e fóruns, assistirão às videoaulas, entrarão em contato com os professores etc.

Além disso, construir uma biblioteca virtual com materiais relevantes para os alunos EAD — tanto obras solicitadas pelos professores de cada curso quanto outras, adicionais, para quem quiser ir além em seus estudos — vai ajudar a IES a estar sempre ao lado dos estudantes.

Finalmente, é importante garantir que os professores tenham acesso a materiais de qualidade para gravar as videoaulas, para fazer download e upload de tudo o que for preciso e para acessar a AVA com praticidade e rapidez. Se algum dos educadores preferir usar seus próprios equipamentos, certifique-se de que eles obedecem às requisições da sua instituição de ensino superior.

Não deixe de dar uma atenção especial às videoaulas, que são o mais perto que o EAD pode oferecer da fala do professor em uma sala de aula física, mesmo que com outra linguagem. Para muitos alunos, apenas ler sobre os conteúdos relacionados à disciplina não é o bastante para absorver os conhecimentos e produzir seus trabalhos. Nesse sentido, o conteúdo audiovisual engaja mais fortemente os estudantes, já que, além das informações da matéria, traz também áudio e imagem, o que faz com que eles se envolvam mais com o que está sendo passado.

No EAD, é fundamental que a atenção e o interesse do aluno sejam altos durante todo o tempo que ele dedicar aos estudos, e as videoaulas garantem isso por proporcionar um momento mais atrativo e dinâmico. Os próprios professores podem roteirizar e gravar material para as videoaulas, mas é importante que você conte com um time de profissionais especializados nisso. Afinal, o audiovisual exige uma linguagem particular, diferente daquela da sala de aula tradicional.

A programação e manutenção da AVA requer ferramentas e plataformas adequadas para esse tipo de espaço na internet. É importante contar com especialistas também nessa etapa, pois você deve garantir que os alunos terão acesso à sala de aula virtual a todo momento, sempre que desejarem, sem restrições, lentidão ou quedas do site.

Com dedicação e planejamento, é possível implementar o ensino a distância com sucesso na sua instituição de ensino superior. A tendência já mostrou que veio para ficar, e o número de interessados nessa modalidade de estudos vai apenas crescer daqui para a frente. Afinal, cada vez mais alunos descobrem os inúmeros benefícios do EAD, que são capitaneados à flexibilidade de horário e local para estudo.

Gostou de entender melhor o que é e como fazer parte da revolução proporcionada pelo ensino a distância? Para oferecer cursos incríveis para seus alunos, é fundamental investir nas videoaulas. Então, aproveite para conferir também nosso post especial sobre como implementar a tecnologia de videoaula no ensino a distância!

Videoconferência

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *